O fiscal do fiscal e outros trabalhos de Sanson (e um breve comentário)

Meu – sumido – amigo Sanson em alguns bons momentos. Primeiramente, o curto ensaio sobre a fiscalização no setor público. Em segundo lugar, dois textos de fôlego que mostram a riqueza da nova economia institucional na análise do crescimento econômico. Este aqui e este. Creio que Sanson – e seus orientandos – tanto quanto Leo Monasterio – idem – são fontes de leitura cada vez mais obrigatória nesta época em que economia regional não é mais aquela dos anos 50, mas sim algo perfeitamente integrado com a teoria econômica (ver Krugman e seu Nobel) ou a prática (ora, ora, veja a econometria espacial).

O heterodoxo que presta…

…contas de sua formação é aquele que se preocupa em testar sua teoria contra a realidade. Este, por exemplo, saiu do lenga-lenga do “fulano-realmente-disse” e fez algo útil.

Se eu fosse um autor importante ficaria feliz não com a idolatria estéril dos eunucos teóricos, mas sim com o contraponto do que eu disse com a verdade, de algum jeito sério, i.e., estatístico. Quem gosta de idolatria é bezerro de ouro e mamar nas tetas da vaca heterodoxa (ou homodoxa, rs) não é bem minha praia. Para os que gostam, a mensagem é: “got milk?”