Vinte anos depois da queda do Muro de Berlin, uma prova do ENADE surge

E a imprensa, anteriormente foco de jornalistas “combativos” e “investigadores” (quantos se transformaram em funcionários públicos ou estão em cargos de confiança?) se manifesta com tanta timidez que dá até medo.

Quando a imprensa se curva voluntariamente, a democracia é quem fica de quatro. Logo, todo cuidado é pouco…