Rent-Seeking é isso aí

Como já falei antes, aqui mesmo, as relações entre a TEPCO e o governo japonês nunca foram, digamos assim, um bom exemplo de uma mercado privado funcionando em uma economia liberal. Além do amakudari, agora temos alguns dados sobre as doações feitas por executivos da TEPCO a certos políticos.

Claro que doar não é um problema em si. Há, por exemplo, partidos políticos, no Brasil, que até obrigam seus militantes que ocupam cargos públicos a “doar” (doar?) parte de seu salário ao mesmo. Mas quando as doações influenciam nas votações (um clássico problema de Public Choice), então a democracia se transforma em um motor anti-bem-estar-social e, portanto, anti-mercado.

p.s. veja uma análise interessante sobre o problema político e a energia nuclear no Japão aqui.