O tamanho ótimo do Wal-Mart

Ótimo artigo. Mas, bacana mesmo é este trecho:

The fear Wal-Mart inspires is nicely encapsulated in the title of Tom Slee’s recent book No One Makes You Shop At Wal-Mart: The Deception of Personal Choice. Slee argues that Wal-Mart is a scourge we bring upon ourselves by forsaking the good of the community for the false idol of individual choice. But it was the individual choices of individual consumers in Germany and South Korea that sent Wal-Mart packing.

Irônico, não?

Claudio

Continue lendo

Refereekonomics

A polêmica tá boa no post “…buana” aí abaixo…mas vejam também este artigo.

What these researchers find, using data from soccer leagues in Spain, Italy, Germany, and the U.S., is that referees add more time to the game when it matters for the home team, particularly when the home team is trailing in a close contest. When the home team is winning a close game or the game is out of reach, the refs blow their whistles sooner. In the case of La Liga in Spain, the extra additional time is almost two minutes in a close contest! The authors interpret this as convincing evidence of referee favoritism towards fans of the home team. And I agree.

Economia, um vasto campo…

Claudio

Continue lendo

Você cria o incentivo, o sujeito se adequa…

Para conseguir a vaga, a ex-estudante de medicina Taiane Amorim Brito, 21 anos, pagou R$ 800 para obter dois históricos falsos, nos quais se atestava que ela concluíra o ensino fundamental e a 1º e 2º séries do ensino médio numa escola da rede pública no bairro da Ribeira, em Salvador.

Um cruzamento de dados realizado pela Secretaria estadual de Educação comprovou a falsificação, classificada de grosseira pela secretária estadual de Educação, Anaci Paim. A aluna, que admitiu a fraude, estudou em colégio particular de um bairro nobre de Salvador.

É este tipo de gente que pinta a cara e sai às ruas pedindo ética na politica (ou saía, já que sumiram nos últimos anos…)? Péssimo exemplo…

E me falam que economista é que é ingênuo de simplicar as coisas ao dizer que pessoas respondem a incentivos!

Claudio

Continue lendo

Em teu seio, ó liberdade

Eis a notícia.

A advogada disse à polícia ter sido “orientada a escrever mensagens no papel e colocá-las sobre o seio, de frente para o preso, no parlatório, e de costas para supostas câmeras ali existentes”. Libânia disse, porém, que “foi presa antes de fazer o primeiro contato com Marcola”.

Eis nossos advogados em uma cena bem pouco agradável…

Claudio

Continue lendo