Por que a Espanha não reagiu? – III

Hipótese Castro-Chavez de ação bolivariana:

i. Morales cria um fato difícil para virtuais candidatos à reeleição do bloco dos caros amigos bolivarianos

ii. A imprensa mata a pau

iii. Os candidatos “resolvem” o problema (com a ajuda do Morales, que colocou e agora tiraria o bode)

iv. Os candidatos se transformam em heróis e ganham as reeleições.

Circulam muitos boatos pela internet. Este é um deles.

Claudio

Continue lendo

Por que a Espanha não reagiu – parte II

Agora, apesar do título do post, apresento análises sobre o que a desinformação de certos grupos de interesse tem feito publicar nos chats deste país chamado Brasil.

Graças a Rui Nogueira.

Ah, sim, também achei interessante isto:

“Falta de investimentos em hidrelétricas muda matriz energética no país e aumenta dependência por gás. A partir de 2007, o Brasil ingressará em um quadro de dependência cada vez maior do gás em sua matriz energética, resultado de uma paralisia geral dos investimentos em energia hidrelétrica. Das 23 concessões autorizadas entre 2000 e 2001 para a construção de novas hidrelétricas, nenhuma saiu do papel. As concessionárias afirmam que a remuneração fixada pelo governo Lula (o preço da energia) não é atrativa e abandonaram os investimentos.”

Vale dizer: herança maldita é esta que foi criada nos últimos quatro anos…

Claudio

Continue lendo

No Cinema II

Depois de ter me empanturrado de cinema na primeira semana, tive que depender dos lançamentos para ver algo decente. Aí vai a lista:
Silent Hill – Lixo
Crazy - Pena que o meu primeiro filme em projeção digital tenha sido tão ruim. Um desperdício ter uma imagem perfeita, sem qualquer risco, nem troca de rolo, para contar uma história conhecida e boba.
Missão Impossível III – O Tom Cruise desaprendeu a correr e o final é bizarro. Mesmo assim, é o melhor da série.
Squid and the Whale – O melhor do cinema independente americano.
16 BlocksVível, mas nada demais. Todos os clichês.
Confetti - Comédia em formato de falso documentário. Tem o ótimo ator Martin Freeman e foi uma grande surpresa.
Tristan and Isolde – Do mesm diretor de Robin Hood, rei dos ladrões. Precisa dizer mais?

Leo.

Continue lendo